O Circuito

O Circuito Turístico Taypa de Pilão reúne bens históricos nacionais, tombados pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em visitas guiadas que podem ser realizadas em cada cidade componente: Aldeia de Carapicuiba, Barueri, Cotia, Embu das Artes, Santana de Parnaíba e São Roque.
Os primeiros trezentos anos iniciais da colonização do planalto paulista foram caracterizados pela presença de grandes fazendas, bem como de aldeamentos geridos por religiosos jesuítas, no entorno da Vila. O cotidiano brasileiro dessa época acontecia no sertão, sendo que a Vila de Piratininga era frequentada em época de festas religiosas e breves negócios na cidade dos poderosos à época.

Ambas estruturas eram auto-suficientes, e muito pouco do que produziam revertia para a Metrópole Portuguesa. Muitas vezes os interesses de jesuítas e fazendeiros foram conflitantes, principalmente em função da tutela sobre os índios.

As construções do período eram realizadas sob uma técnica construtiva conhecida como Taipa de Pilão. As necessidades domésticas exigiam que as instalações dessas edificações fossem nas proximidades de uma aguarda, à meia encosta, porém as grossas paredes de barro socado deveriam ser levantadas em terrenos planos; isso explica porque, em toda a região do Circuito Taypa de Pilão, de topografia mais acidentada, os seus construtores eram obrigados e situá-las no alto dos morros, onde os aclives são mais suaves. 

 

Eventos

Embu

[ + ver todos ]
Prefeitura de Embu das Artes - Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro 
Estado de Sao Paulo - Brasil - CEP:06804-200 - DDD 011 - DDI 55
Disque Serviços da Prefeitura de Embu das Artes: 0800-773-0005
Projeto / Criação por: Time e WebCis